Dezembro 28 2015 4Comentários
image

A alimentação vegetariana polui?

queijo vegan

Desde há algum tempo que tem saído nos media notícias e artigos que relacionam o aquecimento global com a indústria pecuária. Com o lançamento do filme cowspiracy, que foi amplamente divulgado, muitos tomaram a decisão de se tornarem veganos é assim reduzir o impacto que o seu estilo de vida tem no gasto dos recursos naturais do planeta.

Saiba mais sobre o cowspiracy

Estes dados são do conhecimento geral, mas acabou se sair um estudo que contradiz tudo o que se sabia até agora da agropecuária. Em dezembro de 2015, a Universidade de Carnegie Mellon, na Pensilvânia, lançou os resultados de um estudo levado a cabo por uma equipa de investigadores, que vem contradizer tudo o que se sabia até agora. Este estudo fez as delícias dos tablóides que não tardaram em escrever títulos como “a dieta vegetariana é a que mais prejudica o ambiente” ou “alface é pior para o ambiente do que bacon”.

Mas onde é que este estudo erra? Para começar considera que a mudança para uma alimentação vegetariana (inclui laticínios) se baseia no consumo de grandes quantidades de vegetais, frutas, leite e derivados, seguindo as considerações da USDA para uma alimentação saudável. Os investigadores também usaram alimentos pouco calóricos nas suas comparações, como alface, aipo, pepino ou beringela com porco ou galinha. Existem alimentos ricos em proteína e nutrientes que fazem parte da alimentação vegetariana, ao contrário do que muitos podem pensar, os vegetarianos não se alimentam apenas de alface. As leguminosas, sementes e nozes são uma grande componente da alimentação vegetariana, mais rica e densa do que a alface ou o pepino.

Large superfood selection in white porcelain dishes over distressed white wooden background.

Outro ponto que não foi referido nas notícias é que os investigadores não isolaram a alimentação vegetariana, mas fizeram a comparação entre três cenários calóricos distintos, seguindo as recomendações da USDA, as quais incluem peixe e laticínios. Como incluem menos produtos de carne, seguem de base à alimentação vegetariana.

Nem tudo o que sai nos media é verdade, e aqui fica mais um exemplo de como a indústria pecuária tenta manchar o vegetarianismo.

Link do estudo

Conheça a insustentabilidade dos laticínios

proteína vegan

4 comments

  1. Mesmo que provassem que vegetais causam câncer, envelhecimento precoce, aumentam o efeito estufa, diminuem o brilho das estrelas, ocasionam tsunamis e estremecem o Universo, ainda assim, continuaria VEGANA, por amor aos animais, meus filhos do coração que não suporto mais saber torturados, avacalhados, machucados, mortos e despedaçados pela indústria da morte, perversa e implacável, que ainda não foi erradicada do mundo, porque não somos bons e nem fazemos questão de ser.

    Responder
  2. kkk…fiquei ate mudo com tanta asneiras que os “carnistas” inventam…essa alimentaçao deles esta danificando o cerebro…kkk

    Responder
  3. Sugiro acrescentar o link do estudo do qual você cita.

    Responder
    1. Carolina, já adicionei o link

      Responder

Escreva uma resposta ou comentário