Agosto 24 2018 2Comentários

Cervejas veganas – quais são permitidas?

queijo vegan
Foto por spooky_kid/CC0

Para muita gente, a associação entre cerveja e veganismo pode não fazer o menor sentido. Os ingredientes que fazem parte do processo de fabricação de uma cerveja são apenas o malte, lúpulo, fermento e água, certo? Errado, na realidade muitas cervejarias utilizam produtos de origem animal durante o processo de fabricação dessa bebida, como gelatina e cola de peixe.

Neste artigo, vamos falar apenas dos ingredientes utilizados na composição da bebida, como a ictiocola, uma substância gelatinosa retirada da bexiga natatória dos peixes e utilizada no clareamento de algumas bebidas alcoólicas, como vinhos e cervejas Ale.

Com o aumento da procura por cervejas especiais, algumas marcas já consagradas estão mudando as suas receitas para atender a todos, como o caso da Guinness. Para a alegria daqueles que amam a cerveja produzida em Dublin, ela finalmente passou a ser vegana. Isso, pois o processo antigo de fabricação da cerveja costumava usar óleo de peixe, mas desde o começo desse ano a cerveja passou a ser completamente vegana e agora qualquer pessoa pode apreciar uma das stouts mais famosas do mundo.

Outra produtora da bebida fermentada que entrou no mercado fazendo bastante sucesso entre os veganos foi a Germânica. A cervejaria do interior de São Paulo não utiliza nenhum componente que seja de origem animal na produção do seu produto. De acordo com os responsáveis, o objetivo é manter o processo o mais próximo possível da cerveja artesanal, mesmo produzindo em grandes quantidades.

Outra cerveja bastante conhecida que é apropriada para uma dieta vegana é a Corona. Com certeza um dos produtos mexicanos mais exportados, a cerveja não é apenas conhecida por ser refrescante e estar sempre presente nos filmes de ação. Mas ela também não utiliza nenhum produto que seja de origem animal em sua produção, se tornando assim uma ótima alternativa para quem é vegano e ama desfrutar uma cervejinha.

Foto por Paul Joseph/CC BY 2.0

A belga Stella Artois já caiu nas graças dos brasileiros há muito tempo. A cerveja já vem sendo consumida no país em grandes quantidades, mas o mais importante é saber que a cervejaria também não utiliza nenhum produto de origem animal na produção da bebida.

Agora se você está mais interessado em descobrir novos sabores e ampliar o seu conhecimento cervejeiro, mas ao mesmo tempo não quer cair na armadilha de consumir alguma bebida que vá contra a sua dieta, a cervejaria Boston Beer Company é uma ótima alternativa. Considerada a maior cervejaria artesanal dos EUA, o carro-chefe da marca -Samuel Adams Boston Lager – além de seu sabor marcante, é ser totalmente vegana, podendo ser apreciada por todos, sem restrição alguma

Voltando para o velho continente, mais especificamente para o leste europeu, a cerveja checa Pilsner Urquell também já é sucesso mundial no mundo das Pilsen. Com um sabor característico e uma cor marcante, a cerveja lager, além de ser extremamente saborosa, também pode ser consumida por veganos.

E agora que tal degustar uma ótima cerveja que tenha uma história incrível por trás da sua produção?

Esse é o caso da alemã Hofbräuhaus (HB). A cervejaria possui mais de 400 anos de história e antigamente só era autorizada ser servida para a corte real e para os reis da Bavária. Com o passar dos anos, a corte alemã autorizou que o produto também fosse distribuído ao público, o que fez a cervejaria aumentar a sua produção. A cervejaria é hoje um dos pontos turísticos mais visitados na cidade de Munique, e sua obra-prima é exportada para o mundo todo, e advinha – ela é vegana! Portanto todo mundo pode desfrutar de uma das melhores e mais exclusivas cervejas sem nenhuma hesitação.

A quantidade de pessoas praticantes do veganismo vem aumentando cada vez mais, seja por questões ideológicas ou por necessidades alimentícias, o que tem feito com que grandes marcas se adaptassem ao crescente público. Quem tem a ganhar com tudo isso somos nós, consumidores, que ganhamos uma variedade imensa de opções e sabores.

proteína vegan

2 comments

  1. Prefiro H20 ou suco de laranja, de abacaxi, de goiaba, de maçã, de manga, extraído in natura, da fruta mesmo. Tem coisa melhor e mais vegana?!

    Responder
  2. Eu produzo cerveja artesanal vegana.

    Responder

Escreva uma resposta ou comentário