Outubro 06 2015 19Comentários

Comentários que os Vegan ouvem

queijo vegan

Existe um certo estereótipo de comentário que muitas vezes ouvimos, não sei se existe uma bíblia de carnívoros, mas pessoalmente já ouvi todo o tipo de comentários, alguns mesmo absurdos.

Aqui fica a lista dos mais ouvidos e as diferentes situações

Quando num jantar ficam a saber que sou vegana, há uma lista infinita de comentários:

1. “Eu gostava de ser vegan, mas não conseguia comer só salada”

Esta tem sido uma constante, a alimentação vegetariana muitas vezes é associada a uma salada de alface, ponto. Muitas vezes tento que quem faz esta pergunta faça uma reflexão sobre o que costuma comer e que tente perceber o quão rico uma alimentação vegana pode ser, se retirarmos aquela pequena parte de produtos animais do prato. Quando deixamos de consumir estes produtos, abrimos um leque de novas descobertas. Deixamos de ter dois elementos no prato e começamos a comer com mais cor e alegria. Quem nunca teve um carnívoro a olhar para o prato vegano e fazer comparações positivas? Outro ponto é que muitos restaurantes, mesmo sem serem vegetarianos gostam de receber bem e esmeram-se na preparação de um prato vegano.

2. “Os vegans podem comer bolos?

Sim, os vegans podem comer bolos! Bolos fofinhos e gulosos. Quando era mais pequena já fazia bolos sem ovos, quando ainda não sabia o que era o veganismo. Agora quando faço bolos, cupcakes, tortas, vario mais nos ingredientes que uso. Desde sementes de chia, linhaça, tofu, banana, doce de maçã, todos estes ingredientes servem para substituir os ovos e dão um sabor extra aos bolos.

3. Às vezes encontramos outro que se auto denomina vegetariano, mas… Que come frango, peixe e que não dispensa pepperoni na pizza

Já encontrei tantos assim, quando me avisam que vai estar mais um vegetariano no jantar, não posso esconder a felicidade, até que descubro que o vegetariano é na verdade um auto denominado “flexivegetariano”. O que é um flexivegetariano? Um carnívoro com peso de consciência que gosta de se classificar como vegetariano, mas come carne, peixe e derivados quando quer.

4. O meu tipo sanguíneo não me permite ser vegetariano

Esta é a desculpa mais usada, algumas gostam de se colocar numa linhagem que começa há muitos anos atrás, desde os primeiros caçadores e por isso classificam a sua vontade de consumir carne como uma necessidade ancestrais.

5. Como carne, mas não como muita, só o necessário.

Esta afirmação normalmente é seguida de um olhar de culpa, como se um pouco de carne magoasse menos o animal que foi criado de maneira cruel e que sofreu uma morte prematura.

6. A alimentação vegetariana não é natural, só comem tofu e precisam de muitos suplementos

Se um carnívoro comum retirar do prato o pedaço de carne, o que lhe sobra? Muitos não se apercebem que a carne que consomem é uma pequena parte daquilo que consomem. A alimentação vegana é muito variada e tem muita cor. A quantidade de alimentos vegetais que temos disponíveis é muito grande e permite-nos criar refeições equilibradas e variadas.

7. Se tivesses uma vaquinha bebias leite?

Para uma vaca produzir leite, tem que ser mãe. As vacas só produzem leite, porque são constantemente forçadas a engravidar. Os vitelos são roubados das suas mães, que choram durante dias. Pode ler mais sobre o leite aqui.

8. E os ovos?

O processo de produção de um ovo é muito doloroso. Num ambiente natural uma galinha apenas produz entre 10 a 12 ovos por ano. O aumento do consumo de ovos pelos humanos cria muitos problemas as galinhas. Elas são forçadas a produzir mais ovos, que vão descalcificar os seus ossos. Muitas perdem a capacidade de se por em pé, além de viverem em locais muito pequenos, cada galinha ocupa um espaço médio de uma folha A4, não tem acesso ao seu comportamento natural. O stress das galinhas é tal, que os seus bicos são cortados, sem anestesia, para que elas não se ataquem umas às outras.
Além do mais, com tantas alternativas naturais, porque iria precisar de um ovo?

9. Importaste que coma carne a tua frente?

Esta é mais uma necessidade de aprovação que alguns carnívoros precisam de ouvir. Claro que importo, mas terás estômago para saber o porquê?

proteína vegan

19 comments

  1. ESTOU ADORANDO SEU SITE , PARABÉNS.

    Responder
  2. Olá! Só queriq dizer que adorei ficar a conhecer o site, mas queria dizer uma coisa. No Alentejo profundo, de onde sou, há pessoas que têm vacas e cabras as quais ordenham todos os dias para ter leite, mas que não estão nem estiveram prenhas há algum tempo… Por isso fiquei confusa com o comentário das vacas leiteiras ser forçadas a engravidar constantemente para produzirem leite. Podes ajudar-me a procurar mais informação sobre isto? Não tenho pensado no queijo como algo de nocivo para os animais, por causa disso…

    Responder
    1. Olá Margarida, biológicamente não é possível uma fêmea produzir leite sem estar grávida. O que acontece é que os vitelos são afastados da mãe à nascença, dai que não veja os bebes, a menos que sejam fêmeas, que serão utilizadas no mesmo ciclo reprodutivo.

      Responder
      1. Não defendendo a maneira como as vacas são tratadas, mas é possível sim produzir leite sem ter estado grávida, se houver estimulação o corpo começa a produzir leite, independentemente de ter havido uma gravidez ou não. Há casos de mulheres que adoptaram que conseguiram amamentar os filhos, não é um processo fácil mas é possível.

        Responder
        1. Monica, o seu argumento não faz qualquer sentido, comparar uma mãe humana que adopta a uma mãe não humana a quem retiram o filho é atroz. Ou estará a tentar sugerir que se estimule as vacas a ter uma gravidez psicológica?

          Responder
  3. Eu sou vegetariana a 1 ano, e tento passar meus dias como vegetariana restrita e no futuro seguir o estilo de vida vegano, AMEI muito o seu blog e é incrível ver o vegetarianismo e o veganismo crescendo no Brasil. Porém, me explica o porquê de você chamar os onívoros (não vegetarianos) de carnívoros, já que os onívoros adquirem seu alimento de origens vegetais e animais;

    Responder
    1. Olá Beatriz 🙂 obrigada pelo retorno positivo 🙂 usei o termo “carnívoros” para realçar e criar um distanciamento maior entre os vegetarianos e os (agressores) carnívoros

      Responder
      1. Acho que carnista seria o termo mais correcto pois implica uma atitude e não uma necessidade fisiológica. Um carnívoro é um ser cuja fisiologia evoluiu para se alimentar de carne, logo dispõe de dentição especializada para cortar e rasgar, e um sistema digestivo com sucos gástricos extremamente ácidos e intestinos bastante curtos para que os resíduos não digeridos não permaneçam no seu corpo por muito tempo produzindo toxinas prejudiciais.

        Responder
        1. Olá Manuel, obrigada pela explicação. A ideia seria criar uma diferença entre os vegetarianos e os não vegetarianos, mas de facto optei por alterar o termo para carnistas, uma vez que faz mais sentido =)

          até breve

          Responder
        2. Também uso este termo. “Carnismo é o sistema de crenças invisível, ou ideologia, que condiciona as pessoas a comerem certos animais. […] Uma vez que o carnismo é invisível, as pessoas raramente apercebem-se que comer animais é uma escolha, e não algo que é garantido.” https://www.carnism.org/

          Responder
  4. ROSANGELA: para melhorar a sua hemoglobina recomendo os sumos de beterraba com diospiro, vai notar a diferença em pouco tempo. Se não quiser fazer os sumos pode comer beterraba crua ou cozida, em saladas, salteados ou fazer sopa, com beterraba e batata doce, liga muito bem. Os diospiros pode comer um ou dois por dia, agora é a época deles e são muito bons mesmo. Existem mais opções mas estas são talvez as mais simples e económicas. Beijinhos

    Responder
  5. Não consigo comer carne e seus derivados. Minha hemoglobina esta 7,6. Socorro.

    Responder
  6. Como fico feliz por ver que o mundo começa a mudar……sou vegetariana há 12 anos. …..mas mesmo vegetariana sem nunca ter interrompido. ….é maravilhoso…..mas às vezes é duro….ouve se cada comentário. ….como……coitadinhos dos vegetais que também morrem ……como devo responder a este tipo de comentários? Não tenho dúvidas que estamos no caminho certo…….

    Responder
    1. Olá Carla.
      Devemos sempre responder da melhor maneira, sem tentar entrar em conflito. Também dependo do tom com que a outra pessoa se apresenta. Por vezes as pessoas também estão curiosas e não sabem o que aquilo que consomem sem pensar esconde. Uma abordagem aberta é sempre a melhor opção.

      Responder
      1. Olá Carla,
        Essa foi uma das coisas que usaram contra mim quando falei sobre meu interesse em me tornar vegetariana/vegana. A ideia de que as plantas também sofrem nada mais é que uma forma de aliviar a consciência de quem come carne. As plantas não tem sistema nervoso, por isso não sofrem quando são recolhidas. Há pessoas que acreditam que as mesmas possuem sistema nervoso, mas ainda não foi comprovado tal ideia. É um mecanismo de defesa para dizer que também estamos maltratando de certa forma o que se encontra em nosso prato, o que faz com que a culpa por ser carnívoro seja menor. Continue firme em suas crenças não importa o que as pessoas ao seu redor falem 😉

        Responder
  7. Comecei a praticar o sistema de alimentação Vega mas tenho pouca informação E não sei em Portugal onde são os restaurantes vegano Alguém quer dar uma ajuda ?

    Responder
    1. Olá Carlos.
      Restaurantes veganos em Portugal, não conheço muitos. No porto posso recomendar o black mamba, uma loja de discos e hamburgeria vegana 🙂 . Existem no entanto vários restaurantes vegetarianos com muitas opções veganas, pode consultar o roteiro Vegan com restaurantes de todo o país 🙂

      Responder
  8. Adorei o seu site! Eu sou brasileira, sou vegetariana a 5 anos. Nada de comer peixe, carne, nem frango. Sempre tive curiosidade sobre a dieta vegana mas eu achava que o leque de opções seria muito restrito e eu “morreria de fome”, além de ser uma dieta relativamente cara pra se seguir. Mas em saber do sofrimento das galinhas, das vacas e de seus bezerros eu não posso mais conviver compactuando com isso. Espero conseguir muitas dicas pra iniciantes aqui! Adorei aqui

    Responder

Escreva uma resposta ou comentário