Dezembro 07 2017 0Comentários
banner-carnistas

As desculpas mais utilizadas pelos carnistas

queijo vegan

Quando alguém fica a saber que sou vegetariana, que não me alimento de carne, peixe, ovos, lacticínios e derivados, por vezes ficar um pouco apreensivo. Desde cedo notei que ser vegetariano é encarado como uma “ameaça” ou como um afrontamento. Ser apresentada como “a Beatriz e é vegetariana” é muito comum e acontece quer seja num jantar ou não, um encontro casual na rua já é motivo para ser apresentada como “vegetariana ou vegan”. Não me importo, mas o que me faz perder a cabeça são os comentários que surgem a partir daí.

Todos nós já ouvimos argumentos e desculpas contra o vegetarianismo, já fomos colocados em situações extremas para explicar como reagiríamos ou como manteríamos o nosso veganismo se tal acontecesse. A última situação que me colocaram envolveu um desastre de avião, no qual eu sobreviria, mas a partir daí como fazia para manter a minha sobrevivência, mantive a calma e respondi apenas que apenas me preocupo com a minha sobrevivência actual e que tenho uma grande disponibilidade de alimentos vegetais para me alimentar e que não preciso de matar (ou pagar para o fazerem) e comer animais não-humanos.

Outro ponto comum dos carnistas é a argumentação de que comem apenas um pedaço muito pequeno de carne, o necessário para sobreviverem, mas esquecem-se que esse pedaço de carne implicou a exploração e morte de um anima não humano.

Top das desculpas dadas para não ser vegano

1. Deus criou os animais para comermos

animais-sociedadevegan

Que tipo de Deus criaria os animais para serem maltratados e mortos? No Génesis 1.29 está escrito “E acrescentou Deus: “Eis que vos dou todas as plantas que nascem por toda a terra e produzem sementes, e todas as árvores que dão frutos com sementes: esse será o vosso alimento!”

2. As plantas têm sentimentos

plantas-tem-sentimentos

As plantas não têm sistema nervoso central, por isso não sentem dor. Já alguém ouviu uma alface a gritar ou uns brócolos assustados?

3. A dieta do tipo sanguíneo

tipo-sanguineo

Esta é a que mais ouço, muitas vezes a complementar uma frase do tipo ” sou vegetariano, mas às vezes como carne, é o meu corpo que pede. O meu tipo sanguíneo (Tipo O) não me permite ser 100% vegetariano”

4. Se não comermos carne os animais vão dominar o mundo

animals-takeovertheworld

Actualmente o número de animais criados para consumo humano já ultrapassa largamente o número de humanos. Se pararmos de comer carne ainda estamos a tempo de inverter a calamidade ambiental que criamos. Os humanos são responsáveis pelas alterações climáticas que estão cada vez mais evidente e a grande responsável é a criação de animais, que está a destruir florestas e ecossistemas completos.

5. Adoro bacon ou adoro queijo.

violife-lojavegetariana

O que adoras é o sabor salgado e a gordura. É possível fazer bacon vegetariano com o mesmo sabor e textura sem comprometer a vida de um animal não-humano. O mesmo se passa com o queijo, para fazer queijo é preciso leite e não se deixem enganar pelas vacas felizes. Hoje em dia também existem muitos queijos vegetais como o Sheese ou Violife, que são mais ecológicos e melhor que tudo, não implicam a morte de animais.

5. Os leões comem carne

leao-sociedadevegan

Sim, vais querer mesmo comparar-te a um leão? Os animais carnívoros comem a carne crua e não escolhem as partes mais tenrinhas, eles comem olhos, cérebro, vísceras, tudo o que o animal tem. Se acreditas que és um leão, tenta também caçar como um leão e cortar a carne de um animal morto sem o apoio de facas.

6. Temos caninos e eles servem para cortar a carne

homem-leao-sociedadevegan

Espero que a imagem te elucide, se tiveres um cão ou um gato em casa, compara os caninos com os teus.

dentes

7. Os nossos ancestrais comiam carne

medievais-sociedadeveganE

também viviam em cavernas, não tinham telefones e queimavam bruxas. Se evoluímos não foi só para ter as comodidades que hoje temos.

8. As plantas não têm proteína

frutas-vegetais

Todos os alimentos têm proteína e neste artigo podes ficar a saber mais sobre os alimentos e como ganhar peso com uma alimentação 100% vegetariana. Por outro lado as plantas não estão associadas a doenças degenerativas, diabetes, doenças cardíacas ou colesterol elevado. Não há um único caso de ataque cardíaco por consumo excessivo de brócolos.

proteína vegan

Escreva uma resposta ou comentário