Outubro 14 2018 15Comentários

Receita de queijo de caju fermentado vegan

comsética vegan

Para muitos o último produto de origem animal e o que mais custa deixar de consumir é o queijo. Eu sempre consumi queijo, provavelmente numa dose diária, queijo derretido, fatias, Camembert  (que gosto muito), queijo creme, etc. Apesar de hoje em dia já existirem muitas alternativas 100% vegetais no mercado que substituem muito bem o queijo de origem animal, ou seja derretem e funcionam muito bem em francesinhas ou pizzas ou mesmo em saladas, como o feta violife que é delicioso.

Apesar de adorar os queijos violife, também gosto muito dos queijos artesanais que têm sabores muito próprios e maneiras de preparar muito singulares, não havendo um igual. Alguns queijos vegan artesanais são facílimos de preparar, outros já exigem técnicas mais aprofundadas, ambiente controlado e muitos ingredientes.

Com a vontade de começar a fazer os meus queijos vegan, no ano passado comecei a fazer os meus próprios queijos fermentados utilizando apenas dois ingredientes base: caju e probióticos. Os meus queijos são crus, não precisam de forno apenas a fermentação natural que pode demorar mais ou menos dias dependendo das condições ambientais, humidade, calor, frio, tudo isto varia e por isso quando faço preciso de ter a atenção redobrada (já tive queijos que fermentaram demais num curto espaço de tempo). É incrível como estes queijos veganos e súper fáceis de fazer se adaptam a qualquer prato e refeição, não precisando de muitos ingredientes.

Consumir alimentos fermentados é algo que devemos incluir na nossa dieta. Os fermentados (vegetais, bebidas) são ricos em enzimas e probióticos que ajudam a equilibrar a flora intestinal, mantendo o seu bom funcionamento. Com um sistema digestivo forte e equilibrado é possível melhorar alguns problemas de pele, alergias ou digestões difíceis. As enzimas vivas dos probióticos tornam a nossa digestão mais fácil e o corpo absorve melhor os micronutrientes.

O caju é um dos melhores frutos secos para fazer queijo vegan fermentado, ao fermentar ele fica com um sabor muito semelhante ao queijo e se quiseres podes utilizar outros ingredientes para intensificar o sabor, como a levedura nutricional ou o limão.

Para fazer o queijo vegan de caju é preciso:
1. recipiente de vidro
O recipiente de vidro vai facilitar a visualização das bolhas de ar que se formam durante a fermentação e permite controlar melhor o tempo.

2. 1 espátula
Para aproveitar ao máximo a massa

3. processador de alimentos
Um bom processador de alimentos permite que a massa fique mais suave e cremosa

4. película aderente ou gaze
Para cobrir a massa de caju durante a fermentação. Se utilizares película aderente ela deve ter alguns furos para deixar circular o ar

5. formas de aço inox
Para moldar os queijos

Ingredientes:
500 gramas de caju seco sem sal
1 cápsula de probiótico (por cada 125ml de água)
Sal
Temperos a gosto (cebola desidratada, pimentão fumado, pimenta, miso….)

Preparação
1. Colocar o caju de molho durante 8 horas, mudar a água pelo menos uma vez.
2. Ao fim das 8 horas colocar o pó da cápsula de probiótico na água e misturar.
3. Colocar o caju no processador de alimentos e triturar, adiciona a água aos poucos, até ficar uma massa não muito liquida, semelhante à massa de bolo. Pode ser preciso menos água dependendo da absorção que os cajus tiveram.
4. Passar a massa para um recipiente de vidro e tapar com a película aderente ou com a gaze. Nesta fase é preciso controlar bem, quando começarem a aparecer as “borbulhas” a massa já está a fermentar e deverá ficar mais firme. Pode demorar um dia ou até três dias dependendo da temperatura a que está exposto.
5. Apenas coloco os temperos antes de enformar para não ficar com o sabor muito intenso.
6. Colocar a massa nas formas e virar todos os dias para circular o ar.
7. Ao fim de três dias o queijo fermentado está pronto e pode ser guardado no frigorífico

Podes encontrar o probiótico para a fermentação na lojavegetariana.pt

The Humble Co

15 comments

  1. Olá, quanta água se deve ter antes de juntar o probiótico?

    Responder
    1. Olá André, deve ser uma cápsula por cada 125ml de água =)

      Responder
  2. É muito raro dar feedback, mas isto ficou tão bom que tinha que agradecer pela receita!!! O meu ficou mais tipo queijo creme mas está INCRÍVEL. O sabor é muito mais parecido do que estava à espera e espalha-se muito bem. Substituí os cajus por sementes de girassol que deixei de molho durante 2h e pouco em água a ferver. Maravilhoso mesmo, achava que seria o tipo de queijo que mais difícil seria de recriar. Muito obrigada pela partilha!!

    Responder
    1. Olá Maria. Muito obrigada pelo retorno ❤️ Fico muito feliz por ver a receita testada e aprovada, com um twist delicioso !

      Responder
  3. Olá 🐈
    Estou a dar os primeiros passos no veganismo.
    Sempre que posso experimento receitas novas, mas gostaria mesmo de experimentar um workshop ou curso para aprender a cozinhar melhor.
    Podem ajudar?

    Responder
  4. Olá, quando coloca nas formas, onde coloca os queijos a curar? Ficam destapados?
    Obrigada 🙂

    Responder
    1. Olá Sónia, sim. A forma é aberta em dois lados e viro diariamente até poder retirar =)

      Responder
  5. Olá!! Gostaria de saber onde posso encontrar essas cápsulas e qual a melhor marca.

    Responder
    1. Olá Danielly, recomendo as Veganicity que tem na lojavegetariana.pt =)

      Responder
  6. Adorei! Vou experimentar a receita de queijo fermentado. Obrigada

    Responder
    1. Olá Vera =) Obrigada, depois partilha os resultados =)

      Até breve

      Responder
  7. Dúvida : quando colocar as cápsulas quanto tempo devo esperar para triturar o caju ?

    Responder
    1. Olá Demar, as cápculas são colocadas quando se tritura =)

      Responder
  8. Posso colocar kefir de água? Poderia postar mais como fazer outros sabores.muito Obrigada e sucesso 😊

    Responder
    1. Olá Teca. Já experimentei com Kefir, mas não gostei do resultado, ficou muito adocicado =( prefiro com kimchi que fica mais saboroso, mas nada como experimentar =)

      Responder

Escreva uma resposta ou comentário