Abril 09 2016 1Comentário
comida-aviao14

Dicas para viajantes veganos – preparação para o voo

queijo vegan

Há uns anos, escrevi um artigo com dicas para viajantes veganos, por isso este artigo será uma actualização, com dicas que entretanto fui aprendendo nas viagens.

Confesso que a maior parte das vezes apenas me preocupo com o destino, mas a preparação deve começar mesmo antes de começar a viagem, principalmente se for um voo de longa duração ou intercontinental.

PGA-comidavegan

Ao comprar a viagem, a maior parte das companhias oferece a opção de escolher o tipo de refeição que deverá ser servida e a maior parte das companhias oferece uma escolha ampla de refeições que se  adaptam à diferentes necessidades, quer sejam religiosas, médicas ou mesmo adequadas à idade (para os mais pequenos). Para escolher o tipo de refeição é sempre bom visitar o website da companhia para conhecer as opções, já queixarem-se companhias que oferecem diversos tipos de refeição vegana (crúdivora, vegana, vegetariano asiático e Jain).

O pedido de refeição, deverá ser feito sempre na altura da compra da viagem ou pelo menos 24horas antes do voo, para que a refeição vegana seja garantida.

As refeições são preparadas por empresas de catering qualificadas para responder a diferentes tipos de necessidades alimentares dos passageiros, mas são colocadas no tabuleiro pelo pessoal de cabine, por isso não é preciso entrar em pânico, quando nos servem um chocolate ou outro snack que possa conter produtos animais, basta que pedir ajuda à assistente, que procurará encontrar outra opção. Em caso de dúvida sobre algum produto, peça ajuda à assistente de bordo.

Nos voos de longa duração, será sempre aconselhável levar snacks. Estes snacks podem ser muito úteis quando temos voos de ligação e à espera entre eles é longa. Nos voos os meus snacks preferidos são:
– Barrinhas energética
– Nozes
– Sanduíches e wraps
– Vegetais crus, cortados
– Salada de Fruta
– Batata frita ou pistácios embalados
– Pipocas
– Cereais
– Fruta desidratada
– Peças de fruta

Mas não vale a pena levar muitos alimentos frescos, apenas o necessário para o tempo que calculamos que a viagem irá durar. À entrada de um país os bens alimentares frescos normalmente não são permitidos.

proteína vegan

1 comment

  1. Sou VEGAN há 20 anos e estou ótimo me sinto maravilha com essa filosofia, alimentação saudável…

    Responder

Escreva uma resposta ou comentário