Dezembro 12 2015 1Comentário

Activistas australianos bloqueiam matadouro e emocionam polícias.

queijo vegan

Activistas australianos bloqueiam matadouro e emocionam polícias.
Um grupo de activistas australianos, do grupo Animal Liberation Victoria, fecharam um matadouro de Melbourne, em protesto contra a forma violenta de abate que se pratica naquele local.
Ao fim de dois anos de investigação, os activistas bloquearam o acesso ao matadouro e mostraram as imagens que capturaram durante a sua investigação, deixando os polícias que tentavam impedir a sua entrada verdadeiramente desconfortáveis.

O matadouro é regulamentado pelas práticas de bem estar Animal, mas o que a investigação concluiu não podia estar mais longe do que verdadeiramente se passa naquele local. O abate através do atordoamento por gás é uma morte muito violenta que os porcos, que ali são mortos sofrem.

A investigação mostra a forma como os animais são levados para o interior das jaulas, que os descem para as câmaras de gás. Os gritos, choro e tentativa de fuga que os porcos tentam para se libertar são muito violentas e ao contrário do que é publicitado, os animais não adormecem gentilmente.

Para colocar as câmaras secretas, os activistas desceram, nas jaulas, até à câmara de gás, com equipamento que de segurança. Durante a descida o desconforto e a sensação de queimadura interna começou a tornar-se mais intensa ( o dioxido de carbono reage quando entra em contacto com líquidos, olhos, garganta, pulmões). Ao descer nas jaulas, os porcos já estão a sofrer uma dor intensa de queimadura interna.

Durante o protesto, os activistas bloquearam o acesso ao matadouro, às câmaras de gás e lançaram banners ilustrativos do que se passa naquele local.

Podem ver a reacção dos polícias neste link.http://youtu.be/C84IzjYFzpE

proteína vegan

1 comment

  1. Ativistas Protetores dos Animais são o exército apocalíptico permitido por Deus descer à Terra para fazer a vontade Dele, que não suporta mais tanto sangue derramado dos seres que Ele criou para serem felizes, não machucados, explorados, torturados, esquartejados e profanados nessa guerra do Bem contra o Mal e da Vida contra a Morte. Ativistas trazem o selo da vitória em seu DNA, por isso não desistem, não titubeiam, não recuam e não se intimidam, mesmo ensopados de suor e lágrimas.

    Responder

Escreva uma resposta ou comentário