Abril 10 2018 2Comentários

Mimosa e Sangria de Espumante para o brunch

queijo vegan

Recebi uma garrafa de moscatel Royal Fellinger e aproveitei para a utilizar na preparação das bebidas de um brunch de domingo.  Com a primavera a chegar cada vez mais tarde e a chuva sem dar tréguas, tomamos pequenos-almoços mais longos que facilmente se tornam em almoços.

O moscatel Royal Fellinger é muito suave e naturalmente sem álcool, por isso pode ser consumido por todos em qualquer altura, sem sentimento de culpa.

O Royal Fellinger é feito a partir do sumo de frutas e uvas e substitui facilmente o espumante na hora de festejar.

Hoje queria deixar-vos duas receitas que podem fazer com este espumante ou com outro à vossa escolha.

mimosa-vegan-002

Mimosa
Provei a primeira mimosa na passagem de ano e o que gostei mais foi a simplicidade da bebida e o requinte. Basicamente uma mimosa é uma mistura de sumo de laranja com espumante e pode ser servida como entrada ou fazer parte de uma refeição mais descontraída.

Ingredientes:
1 laranja grande
100ml de Royal Fellinger ou outro semelhante bem gelado

Preparação
fazer sumo de laranja, coar e adicionar o espumante.
Servir em flute

mimosa-e-sangria

Sangria de Brunch
Esta “sangria” foi preparada de uma maneira muito simples, utilizando apenas 4 ingredientes: morangos, sumo de limão, Fellinger Royal e água tónica para dar um trago amargo.

Ingredientes:
100ml de Fellinger Royal
50ml de água tónica
3 morangos partidos em pedaços pequenos
sumo de meio limão (pequeno)

Para preparar, basta juntar os ingredientes todos. Se preferires, podes adicionar umas pedras de gelo para ficar mais fresco.

 

proteína vegan

2 comments

  1. Adorei a sugestão de um espumante de frutas sem álcool para tomar com toda a família!
    Espero conseguir encontrá-lo aqui em Sydney.

    Responder
    1. Olá Martha =) sim é uma sugestão simples que faz as delicias de todos sem culpas =) Se não encontrar o espumante, troque por uma água com gás e uma parte de sumo de fruta. Assim também já tem o “sparkling” do champanhe e a doçura da fruta.

      Responder

Escreva uma resposta ou comentário