Semelhança entre os alimentos e os benefícios para a saúde

ovo vegan


A Doutrina das Assinaturas de Paracelso é utilizada desde os tempos remotos, numa altura em que não existiam dados científicos e o homem se baseava na observação no seu dia-a-dia. Esta doutrina baseia-se na observação das plantas e comparar as suas formas aos órgãos humanos. Apesar de já ser muito antiga, ainda hoje há estudiosos que se dedicam a estudá-la e aplicá-la em vários campos científicos.
Inicialmente o homem acreditava que as plantas escondiam símbolos místicos e mensagens divinas que tinham o poder de curar diversas doenças, bastava apenas que as observássemos. Estes símbolos deveriam ser interpretados pela cor e formato da planta, que segundo Paracelso a planta carrega a assinatura da sua função curativa.
Aqui ficam alguns exemplos de plantas e frutos e da sua semelhança com os órgãos que beneficiam

Beladona – a sua propriedade de dilatação das pupilas deve-se a um dos seus princípios activos – a atropina. As mulheres romanas usavam-na como maquilhagem para os olhos, é possível ver na baga negra e redonda da beladona a “assinatura” de uma pupila dilatada.

Pulmonária – a sua infusão acalma a tosse e as suas folhas têm o formato de pulmão de açougue.

Cenoura – Se cortarmos uma cenoura em rodelas o seu centro assemelhasse à pupila do olho. A ciência já provou que a cenoura melhora a circulação sanguínea e o funcionamento dos olhos.

Tomate – as quatro câmaras e a cor vermelha do tomate assemelha-se a um coração. O tomate é um alimento muito importante para o coração e para a corrente sanguínea.

Uvas – crescem em cacho e ganham a forma de coração. Cada uva assemelha-se a uma célula sanguínea. Hoje em dia os estudos mostram que a uva é um alimento revitalizante para o coração e para o sangue.

Feijão – o seu formato idêntico aos rins humanos, comprovam a sua função de ajudar e manter a função renal.

Beringelas, Abacates e Peras – parecem com o ventre e cervix feminino, e ajudam na saúde e funcionamento destes. Uma investigação recente mostra que uma mulher que consuma um abacate por semana equilibra as suas hormonas e não acumula gordura em excesso durante a gravidez. Um facto curioso é que o abacate desde o seu cultivo da flor à fruta demora exactamente 9 meses.

Noz – parecem pequenos cérebros, com hemisfério esquerdo e direito, cerebelos superiores e inferiores. Mesmo as suas rugas são semelhante ao neocórtex.


Aipo, Ruibarbo, Acelga – são muito importantes para a vitalidade dos ossos. Os ossos são compostos por 23% de sódio, exactamente a mesma percentagem destes alimentos, que restabelecem as necessidades do esqueleto.


Figos – a sua composição cheia de sementes semelhantes aos espermatozóides, estão pendurados aos pares. O consumo de figos aumenta a percentagem de esperma e ajuda no combate da esterilidade masculina.

Fonte: Saúde Verde Limão

Vitalinti

Escreva uma resposta ou comentário